A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que, todos os anos, são diagnosticados 250 milhões de novos casos de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST’s). Será que sabe quais são as DSTs mais comuns nos homens? E os sintomas? Será que conhece os tratamentos?

Apesar de, na maioria dos casos, não serem fatais, as consequências podem ser graves e afetar a qualidade de vida dos pacientes para o resto da vida.

 

DSTs mais comuns nos homens

Se tem relações sexuais desprotegidas (sem preservativo), saiba que tem maior risco de contrair uma (ou várias) DST.

Hoje em dia, o tratamento para as DST’s é eficaz e mesmo nos casos das doenças incuráveis, como é o HIV, os tratamentos disponíveis possibilitam o controlo eficaz e duradouro dos vírus ao longo de toda a vida (sem grandes efeitos secundários e sem colocar em risco os respetivos parceiros sexuais).

Ainda assim, a utilização do preservativo no sexo vaginal, anal e oral é essencial para evitar o contágio.

Se está a ler este artigo quer saber quais as DSTs mais comuns nos homens que a Manly Assets enumerou. Assim sendo, segue a lista:

 

5 DSTs Mais Comuns Nos Homens

 

1. Clamídia

De acordo com os últimos dados, afeta sobretudo homens (e mulheres jovens) entre os 16 anos e os 25 anos. A clamídia é causada pela bactéria Chlamydia trachomatis e é transmitida por via sexual (o beijo não está incluído) ou de mãe para o filho na altura do parto. Nos homens, a infeção da próstata é a complicação mais comum.Os sintomas principais são dor ao urinar e corrimento anormal no pénis. Por ser uma doença bacteriana, a clamídia é tratada com recurso a antibióticos.

 

2. Gonorreia

Mais uma das DSTs mais comuns dos homens. É causada pela bactéria Neisseria gonorrhoeae e, como a clamídia, causa dor ao urinar e corrimento anormal no pénis. O tratamento da gonorreia é feito com antibióticos. Se não for tratada, a gonorreia pode levar a problemas de infertilidade.

 

3. Sífilis

Esta DST é causada pela bactéria Treponema pallidum através das membranas mucosas do organismo, como pode ser a boca. O período de incubação é de 9 a 90 dias. Inicialmente, a sífilis manifesta-se com o aparecimento de uma úlcera, muitas vezes, na parte superior do pénis. Depois de seis a oito semanas da cura da primeira lesão acontece a multiplicação da doença.

A pele é o órgão mais afetado, com o surgimento de erupções cutâneas, sobretudo nas palmas das mãos e nas plantas dos pés. A penicilina por via intramuscular é o tratamento mais comum.

 

4. Hepatite B

A Hepatite B é uma das DSTs mais comuns nos homens e pode ser transmitida através de relações sexuais desprotegidas porque o vírus está presente no sémen (e no sangue). É importante lembrar que não há risco de contágio através do beijo, aperto de mão, abraços ou através da partilha de talheres.

Dor abdominal, febre, cansaço e dor nas articulações são os sintomas mais comuns. Por norma, as fezes ficam mais claras e a urina escurece. O tratamento é feito com medicamentos que impedem a multiplicação do vírus e que estimulam a destruição das células infetadas.

 

5. HIV

O HIV pode ser transmitido através de relações sexuais desprotegidas e ataca o sistema imunitário do infetado. Os primeiros sintomas aparecem entre uma a quatro semanas depois do contágio: febre, aumento dos gânglios linfáticos e dores musculares e nas articulações. O HIV pode não manifestar-se durante vários anos mas, ainda assim, vai continuar a multiplicar-se no organismo.

Se nada for feito, o organismo deixa de conseguir combater algumas infeções e tumores que não surgiriam em circunstâncias ditas “normais”. É nessa fase que a doença passa a designar-se por SIDA. Hoje em dia, o tratamento anti retrovírico permite controlar o HIV ao longo de toda a vida, mantendo o vírus num estado quase “adormecido” no organismo.

Agora que já sabe quais são as DSTs mais comuns nos homens, não arrisque: proteja-se e utilize sempre preservativo nas suas relações sexuais.

 

A Manly Assets tem muitas mais dicas e conselhos para lhe oferecer, fique atento!

Veja também:

Disfunção Erétil – Como prevenir e combater o preconceito!

Vaping ou tabaco tradicional? Conheça as diferenças!

6 Tipos de caroços nos testículos – Causas e Tratamentos

O que é o Viagra – Tudo O Que Deve Saber

Dores de cabeça – Quais são e seus sintomas