Estávamos em 1998 quando o Viagra chegou ao mercado português. Desde então, muitos produtos têm chegado ao mercado com a promessa dos mesmos efeitos. Mas, afinal de contas, o que é Viagra? De forma bastante simples, é um medicamento para tratar a disfunção erétil.

De acordo com os últimos dados da Sociedade Portuguesa de Andrologia, os consultórios especializados recebem cerca de 500 mil pacientes todos os anos. Ainda assim, a disfunção erétil ainda é um assunto tabu e, por isso, o número real de homens que enfrenta este problema será muito maior.

 

O que é Viagra e o papel que desempenha na ereção masculina

A ereção é, sem sombra de dúvidas, a reação física (e psicológica) mais visível do desejo sexual do homem. Nos casos em que o homem sofre de impotência, o Viagra ajuda ao relaxamento dos músculos dos vasos sanguíneos, o que permite e facilita o fluxo sanguíneo no pénis (o que provoca uma ereção firme e prolongada).

Está provado que o Viagra pode solucionar 80% dos casos de disfunção erétil e sabe-se que, atualmente, é o sexto medicamento mais vendido em todo o mundo.

 

O que é Viagra – dosagem

Já sabe o que é Viagra, mas agora falta saber qual a dosagem correta. Atualmente, este medicamento está disponível em três concentrações: 25 mg, 50 mg e 100 mg. A dosagem certa é recomendada pelo médico, mas normalmente inicia-se o tratamento com a dose mais pequena. A partir dos resultados obtidos faz-se o ajuste necessário.

Por norma, o Viagra é tomado entre 30 minutos a quatro horas antes da relação sexual. Pacientes que tenham ingerido alimentos com muita gordura podem demorar mais tempo a sentir os resultados desejados. Deve ser tomado apenas um comprimido por dia e a dosagem prescrita deve ser seguida à risca – mais comprimidos não significam uma ereção mais intensa.

 

Efeitos secundários do Viagra

Existem alguns efeitos secundários associados à toma do Viagra. Este atento a estes sinais:

  • Distúrbios visuais
  • Dores de cabeça
  • Arritmias cardíacas
  • Palpitações
  • Tonturas
  • Congestão Nasal
  • Priapismo (ereção contínua por mais de quatro horas) – se não for tratado pode ter danos irreversíveis

 

Contra-indicações do Viagra

Como em todos os medicamentos, o Viagra tem algumas contraindicações e não deve ser tomado nestes casos:

  • Hipotensão;
  • Insuficiência renal;
  • Insuficiência hepática;
  • Desordens retinais degenerativas;
  • Homens que sofreram um AVC ou ataque cardíaco recentemente;
  • Em conjunto com medicamentos que tenham nos seus componentes nitritos, nitrito de amila, óxido nítrico, nitroglicerina e nitroprussiato de sódio.

 

A Manly Assets tem muitas dicas e conselhos para lhe oferecer, fique atento e não se esqueça de comentar!

Veja também:

Menopausa Masculina – O Que É E Quais São Os Sintomas?

10 Cancros mais comuns nos homens

As 5 DST’s mais comuns nos homens

Vaping ou tabaco tradicional? Qual o melhor

Problemas de sono?  10 Dicas para dormir melhor